Características dos elefantes
 
   Cães
   Cães
   Raças de cães
   Cuidados e alimentação

   Gatos
   Os gatos
   Raças de gatos

   Cavalos
   Os cavalos
   Raças de cavalos

   Mamíferos
   Coelhos
   Elefantes
   Os elefantes
   Características dos elefantes
   Espécies de elefantes
   Elefante Africano
   Elefante Asiático
   Imagens de elefantes
   Esquilos
   Hamsters
   Lobos
   Macacos
   Morcegos
   Ursos

   Mamíferos marinhos
   Baleias
   Focas
   Golfinhos
   Orcas

   Felinos
   Leões
   Leopardos
   Linces
   Tigres

   Répteis
   Crocodilos
   Iguanas
   Serpentes
   Tartarugas

   Mundo marinho
   Peixes
   Tubarões

   Aves
   Águias
   Pássaros
   Pinguins

   Insectos
   Borboletas
   Formigas

   Animais
   Animais famosos
   Cuidados de animais
   Curiosidades sobre animais

   Imagens
   Desenhos
   Fotos
   Fundos de Ecrã
   Imagens graciosas
   Gifs animados


Características dos elefantes
241

Características dos elefantesOs elefantes, apesar da sua aparência, são animais silenciosos e ágeis na altura de caminhar graças à almofadas que têm nas extremidades das suas patas. Esta característica das suas extremidades faz com que eles se adaptem a todo o tipo de irregularidades no terreno. Um elefante caminha com uma velocidade de 6,5 km/h quando anda normalmente. Quando tem de fugir ou atacar algum inimigo, a velocidade dele pode chegar aos 40km/h.

Os elefantes não podem saltar, mas isso é compensado pela sua capacidade de nadar. As trombas dos elefantes emitem sons que não são perceptíveis para as pessoas pois são de muito baixa frequência. Estes sons são transmitidos pelo ar e é provável que lhes sirva para comunicar com outros elefantes. A tromba é o órgão mais sensível do animal, tem o sentido olfáctico muito desenvolvido.

As orelhas possuem várias funções. Servem para fazer sinais aos outros elefantes e para refrescarem, mas principalmente para detectar inimigos. Os olhos dos elefantes são pequenos, pelo que a sua visão também é escassa.

Na reprodução dos elefantes, a fêmea pode entrar no cio a qualquer altura do ano. O cio dura aproximadamente entre 24 a 48 horas. Pode haver vários machos, mas no final um irá intimidar o resto e ficará com a fêmea. Regra geral, a fêmea tem apenas uma cria depois de passar o tempo de gestação, entre 21 e 22 meses. Aos poucos dias de vida, a cria do elefante é capaz de seguir a manada.

Durante os 2 – 5 primeiros anos, a cria alimenta-se do leite da sua mãe. A manada deve cuidar dos pequenos elefantes pois são presas fáceis de predadores como tigres e leopardos. A maioria dos elefantes morre antes de cumprir um ano de idade. A média de crias por fêmea é entre as 6 e 12 durante toda a sua vida.

Os elefantes são animais gregários que se juntam em manadas. A estrutura está formada por família (uma fêmea com suas crias). As manadas geralmente estão formadas por 20 ou 30 exemplares e é conduzida por uma fêmea adulta chamada matriarca. Também pode acontecer o caso de se unir várias manadas até se conseguir um grupo até 1000 exemplares.

No caso dos machos é diferente. O jovens permanecem na manada, mas quando se tornam adultos eles se separam e vivem sozinhos ou em pequenos grupos. Os movimentos da manada estão determinados pela busca de comida e água. Normalmente se movem ao anoitecer quando não há tanto calor. Aproveitam as primeiras horas da manhã ou da noite para comer.

Imprimir artigo Enviar artigo
Tags:   elefantes, mamíferos
Contacto MundoEntrePatas.com. O teu portal sobre os animais: cães, gatos, esquilos, coelhos, hamsters...
Condições de uso