Lobo Ibérico
    Animais     Mamíferos     Lobos     Lobo Ibérico
 
   Cães
   Cães
   Raças de cães
   Cuidados e alimentação

   Gatos
   Os gatos
   Raças de gatos

   Cavalos
   Os cavalos
   Raças de cavalos

   Mamíferos
   Coelhos
   Elefantes
   Esquilos
   Hamsters
   Lobos
   Os lobos
   Comportamento dos lobos
   Matilhas de lobos
   Lobo Ibérico
   Macacos
   Morcegos
   Ursos

   Mamíferos marinhos
   Baleias
   Focas
   Golfinhos
   Orcas

   Felinos
   Leões
   Leopardos
   Linces
   Tigres

   Répteis
   Crocodilos
   Iguanas
   Serpentes
   Tartarugas

   Mundo marinho
   Peixes
   Tubarões

   Aves
   Águias
   Pássaros
   Pinguins

   Insectos
   Borboletas
   Formigas

   Animais
   Animais famosos
   Cuidados de animais
   Curiosidades sobre animais

   Imagens
   Desenhos
   Fotos
   Fundos de Ecrã
   Imagens graciosas
   Gifs animados


Lobo Ibérico
63

Lobo IbéricoO nome científico do lobo Ibérico é de canis lúpus signatus e é uma subespécie do lobo pardo que vive na península Ibérica. A sua cor predominante é o pardo, apesar de existirem exemplares de tons avermelhados ou inclusive mais escuros. Os lobos ibéricos mais jovens se distinguem por ter uma cor mais acinzentada, especialmente no Inverno.

O peso médio de um lobo Ibérico ronda os 40 kg se trata-se de um macho e 30 kg se for fêmea. Outro traço físico que serve para diferenciar o sexo desta raça é o tamanho da sua cabeça. A dos machos é bastante maior do que a das fêmeas.

As principais características do lobo Ibérico, em relação ao lobo Europeu são várias. Normalmente trata-se de marcas ou manchas, por isso o seu nome “signado” que significa “marcado”.

As manchas brancas nas laterais do focinho também são chamadas bigodes. Nas patas da frente têm um risco vertical de cor preto. Na zona das costas tem uma mancha escura. Também se chama “sela”. A cauda também tem uma marca escura.

Na Espanha existem diferenças nas datas de reprodução dependendo da latitude da zona. Um exemplo disso é que na Serra Morena os partos acontecem um mês antes do que na zona da Cordilheira Cantábrica. A maturidade sexual é alcançada pelas fêmeas aos cinco anos de idade, apesar de ser normal que tenham crias quando cumprem dois anos. Também pode reproduzir-se antes de cumprir um ano, mas não é tão habitual.

As fêmeas melhor alimentadas terão um maior número de crias. De qualquer das formas, a média em Espanha fica entre as 5 e as 6 crias.

Imprimir artigo Enviar artigo
Tags:   Lobo Ibérico, lobos, mamíferos
Contacto MundoEntrePatas.com. O teu portal sobre os animais: cães, gatos, esquilos, coelhos, hamsters...
Condições de uso